Archive for Julho 2013


En imágenes: Pese a que juega su selección, brasileños rodean el Castelao
Muito se tem comentado na mídia formal, na mídia informal (sites de relacionamentos), nas ruas, em casa, nas escolas, enfim, em todos os lugares, sobre os movimentos que tomaram conta do Brasil no mês de Junho deste ano. 

Após anos e anos de passividade, experimentamos um  momento de grandes manifestações nas principais capitais do país. 


Este texto é uma reflexão crítica sobre o acontecimento que marca definitivamente, a história de nosso país. Leia-o e teça comentários a respeito. 

Não precisa ser cientista político pra compreender a dimensão que tomou as manifestações pelo “passe livre”.

É só você fazer uma pequena retrospectiva política de nossa história. Se voltarmos à Primeira República e fizermos uma recomposição do processo histórico que culminou em nossa “democracia” perceberemos que as rupturas de 1930 com Getúlio (apesar da CLT) , 1964 e 1985, na realidade, foi uma espécie de mudança de cenário, com personagens diferentes mas enredos muito parecidos, principalmente no que diz respeito a questões sociais, que estão em evidência nas manifestações de agora.

Foi promulgada em 1988 a “Constituição Cidadã”, a qual prometia-nos uma vida melhor, com dignidade e garantia de nossos direitos sociais, civis e políticos. Uma esperança... que se desfez ao longo destes quase trinta anos.

Na era “Collor”, ocorreu uma espécie de espetáculo bem orquestrado, com direito a protagonista e coadjuvantes das mais diversas categorias...e a mídia atuou como produtora... levando ao delírio por alguns dias, uma massa de manobrados, sublevados pela perspectiva de mudança...que não aconteceu.

A era Itamar , foi uma espécie de “tapume”. Após anos de arrocho, descontrole da inflação e muito sofrimento, eis que um plano econômico surge como a salvação para a economia de um país sucateado por anos e anos de corrupção, desgoverno e negligência para com seu povo. Durou pouco.

Chega FHC e toma o papel de protagonista, em um cenário que  inicialmente atua como o bom mediador entre a economia e o IDH... mas logo em seguida, mostrou que o “desenvolvimento humano” não era prioridade, frente  a possibilidade de transformar o Brasil , no Brazil dos sonhos de uma minoria elitizada, excludente e com pouca disposição para “Latinos”.


Vem Lula... ahhh Lula... apostamos  tanto em você. Acreditamos  que a “ruptura” agora aconteceria, pois como líder  genuíno de movimentos de operários, trabalhadores e organizações civis fortíssimas em um período tão conturbado de nossa política, sua equipe e seu partido conseguiriam romper com as algemas do continuísmo, do entreguismo. O que experimentamos foi um momento de empolgação, onde o crédito fácil, as políticas sociais e o controle da inflação, nos tiraram de uma estagnação, para um movimento curto, lento, mas movimento.

E agora Dilma. Mulher, representante da luta em tempos de censura, de coerção, de ausência de direitos políticos. Vem Dilma, nas costas de Lula, prometendo continuísmo...exatamente o que não queríamos...exatamente o que nos oprime, nos angustia e nos dá este nó na garganta que agora, explode em forma de protestos sem lideranças... protestos espontâneos, cheios de mágoas, de rejeição, de inconformismo.

E os parlamentares? Qual o papel deles nesta trajetória? O poder Executivo sabemos... sempre foi nosso alvo. Mas e os parlamentares?

Estamos tão viciados ao continuísmo, que até mesmo nossa indignação não os atinge. Não os toca...porque estão blindados por esta cultura ...a cultura do continuísmo.

Caem presidentes, fecham parlamentos. Redemocratiza. Permanecem. São imutáveis.

Até quando agiremos como “guardiões” do parlamento brasileiro? Até quando permitiremos que estes indivíduos que já demonstraram um profundo desprezo por nossa nação, atuem de forma arbitrária, com medidas, projetos, ações que só os beneficia em detrimento da maioria da população flagelada e desgastada por tanto desprezo?

É hora de pensar. Chega de golpes, chega de deposições... chega de quedas.

Precisamos urgentemente de RUPTURAS...



Pense nisso!!!

a questão do "Passe livre" ou a "Revolução dos R$ 0,20"

Comments : 0
Posted: sexta-feira, 12 de julho de 2013
>
<

Quem sou eu

Minha foto
Instituição de Ensino da rede privada em Santa Luzia/MG, em conexão com a Rede Pitágoras.
Tecnologia do Blogger.
Loading...

Seguidores

Postagens populares

- Copyright © 2013 COLÉGIO CRAMER - DJogzs - Powered by Blogger - Designed by Fêh-Chan -